Google anuncia aquisição da Motorola e tumultua mercado de smartphones PDF Imprimir E-mail
Escrito por Luís Talora   
Qua, 17 de Agosto de 2011 00:17

A Google anunciou nesta segunda-feira, 15 de Agosto, que está em processo de fechamento do maior negócio já arrematado pela empresa: a aquisição da Motorola Mobility - divisão da Motorola para o mercado de telefones celulares e smartphones - pela bagatela de US$ 12,5 bilhões.

 

Segundo a Google, a aquisição não afetará, em absoluto, suas parcerias com fabricantes de smartphones que licenciaram o Android para ser distribuído em seus próprios aparelhos. A empresa afirma ainda que o Android continuará "aberto" e que ambas as empresa serão conduzidas independentemente.

 

A Google afirma que a prática irá fortaceler a plataforma Android e protegê-lo de "ameaças anticompetitivas impostas pela Apple, Microsoft e outras companhias".

 

Nem bem a fusão se concretizou (o processo de aquisição deverá ser concluído até o final do ano ou início de 2012) e o mercado já está alvoraçado. Muitas empresas detém parceria com a Google, para a incluirem o sistema Android em seus aparelhos. Segundo a agência de notícias Reuters, essa fusão pode fazer com que os fabricantes asiáticos de smartphones voltem seus olhos soluções rivais - como o novo Windows para smartphones, da Microsoft, conhecido pelo codnome "Mango". Isso porque esses fabricantes agora precisam estar preparados para a possibilidade de, ao continuarem adotando a plataforma Android, estarem promovendo um concorrente direto.

 

Sobre essa afirmação, a fabricante de smartphones asiática HTC - pioneira na adoção da plataforma Android -, disse que a fusão Google-Motorola não afetará sua parceria com a Google. A empresa acrescentou que "Este é um desenvolvimento positivo para o ecosistema do Android, o qual acreditamos ser benéfico para a promoção pela HTC de telefones com o Android". Outros fabricantes, incluindo Samsumg e LG Electronics, também declaram ver esta fusão com bons olhos. Especialistas, porém, questionam a sinceridade dessas declarações.

 

Alguns especialistas, porém, não creem que a Google tenha real interesse em competir no mercado de aparelhos smartphone. Eles afirmam ser mais provável que a intensão da Google seja obter as patentes detidas pela Motorola, para lhe garantir alguma vantagem competitiva nesse mercado - especialmente após sua "derrotada" no leilão de patentes da falida Nortel Networks, as quais foram arrematadas, em sua maioria, por algumas de suas principais rivais: Oracle, Microsoft e Apple.


Fontes:

http://info.abril.com.br/noticias/mercado/google-vai-comprar-motorola-por-us-12-5-bi-15082011-2.shl

http://www.reuters.com/article/2011/08/15/us-motorolamobility-google-idUSTRE77E1XF20110815

http://www.reuters.com/article/2011/08/15/motorolamobility-google-asiatelecoms-idUSL3E7JF3L820110815

http://www.reuters.com/article/2011/08/16/us-motorolamobility-deal-idUSTRE77E44B20110816

http://www.reuters.com/article/2011/08/16/motorolamobility-google-asiatelecoms-idUSL3E7JG00H20110816

Última atualização em Qui, 18 de Agosto de 2011 00:19
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar